Notícias

Obras da Estação Central deverão ser finalizadas em maio

Postado por em em Notícias Circullare
  • Tamanho da fonte: Maior Menor
  • Acessos: 868
  • Imprimir

Melhorias contemplam mais segurança e conforto aos usuários 

As obras de revitalização da Estação Central de Linhas Urbanas deverão ser finalizadas até maio deste ano, segundo o gerente geral da Circullare, Armando Bertoni. “Seguindo o projeto de revitalização, já estão prontas as guaritas de Informações e Vendas de Créditos e em fase adiantada, os novos sanitários (feminino/masculino), os banheiros adaptados para portadores de deficiência de mobilidade (masculino e feminino) e também as salas para a Polícia Militar e Guarda Municipal. Posteriormente, realizaremos a reforma dos banheiros atuais (masculino e feminino) e o projeto elétrico de iluminação embutida no piso utilizando a Tecnologia de Informação, (TI) com monitores e afins. Já definimos também o novo piso das plataformas. Por último, teremos uma nova comunicação visual para facilitar as informações de linhas, itinerários e horários à população. Nossa previsão é que em maio possamos ter uma nova Estação Central proporcionando mais segurança e conforto aos usuários. Para isto, temos que “trocar o pneu do carro com ele andando”, ou seja, realizar as obras de revitalização buscando, ao mesmo tempo, minimizar os impactos e incômodos a população, pois o serviço de transporte coletivo não pode ser prejudicado” afirma Bertoni.  

Espaço Público 

Bertoni esclarece ainda que a Estação Central é um espaço público, mas que todas as despesas não só da revitalização, mas de limpeza, manutenção e conservação são assumidas pela Circullare. “Todas os serviços de limpeza e manutenção, bem como as benfeitorias realizadas de revitalização da Estação Central sempre foram suportadas pela empresa, embora seja um espaço público que pertence ao município. Neste sentido, recebemos muitas sugestões da população para fechar aquele espaço para que a Estação Central pudesse ser utilizada somente pelos usuários do transporte coletivo. Porém, como é um espaço público não pode estar barrado nem fechado, ou seja, não podemos impedir a livre circulação das pessoas. Contudo, a partir de agora, contaremos com salas para a Polícia Militar e Guarda Municipal, o que deverá aumentar a segurança e também o conforto dos passageiros”. 

b2ap3_thumbnail_REFORMA1.png

Avalie esta postagem: